Sábado, 24 de Abril de 2010

#23

sabem, eu considero-me "psicologa" em parte, porque sou eu que ouço os meus amigos e os acalmo (& por vezes os acordo pra vida). sou eu que os ajudo nos momentos dificeis, sou eu que estou sempre lá. (...)

mas, agora sou eu que preciso deles. preciso que eles estejam a meu lado. que me ouçam. que me tirem estas ideias da cabeça. por vezes, eles têm de retribuir. são raras, essas vezes, mas também acontecem. porque eu também sou um ser humano.

- eu sou feliz. mas não totalmente, talvez.

 

publicado por márciarodrigues às 13:49
link do post | comentar | favorito

arquivos