Domingo, 4 de Julho de 2010

« não há nada para além de um coração a bater sem razão nenhuma. »

está tudo tão obscuro, que nem sequer consigo ver. olhar o horizonte, descobrir o que me falta viver. não consigo ver nada, nem mesmo aquilo que quero. está tudo imerso na escuridão profunda que o meu coração agora carrega. está tudo a desmoronar-se, a andar para trás, como se o passado agora fizesse sentido!, está tudo tão...diferente.

estou a destruir-me. estão-me a destruir. estou num caco total. não penso em nada a não ser em sair daqui, e encontrar um local onde possa ser mais feliz (mesmo que isso implica a morte). eu queria ser normal, normal como todas as outras pessoas. mas elas têm tudo - eu não tenho nada. não tenho amigos, não tenho família que esteja do meu lado.

« é como se fosse invisivel » , como já escrevi. e acho que nunca tive tanta razão. é como se só os outros tivessem problemas, e eu não (quem me dera que acontecesse como eles pensam!). ninguém pergunta, ninguém percebe. só eu entendo o que estou a sentir. não há palavras, não há nada para além de um coração a bater sem razão nenhuma. um coração sozinho, sem ninguém a quem recorrer.

 

 

 

 

 

publicado por márciarodrigues às 21:40
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De -Su a 5 de Julho de 2010 às 00:25
 Tens qe ser forte qerida 
Gostei do texto ^^
De allison a 16 de Julho de 2010 às 23:20
texto bastante bonito (:

Comentar post

busy city <body>

you know my name, but you don't know my story.

márcia rodrigues. 20 de novembro de 1996. porto. grégory lemarchal. música. amigos. guitarra. piano. sorrisos. abraços. ♥


follow your heart and your dreams will come true.

ver perfil seguir.
facebook. twitter. tumblr. youtube. formspring.

Créditos:
[Layout][Adaptação (css)]

arquivos