Terça-feira, 5 de Outubro de 2010

37.

às vezes precisamos de um tempo, correr para bem longe de todo mundo. esquecer que existimos, desaparecer por segundos. é isto que me apetece fazer, acreditem. quero virar esta página, que já está totalmente escrita, mas não consigo. não sou capaz. desculpem, não sou capaz. queria parar o tempo, parar para pensar. pensar no próximo passo a tomar, pensar no próximo caminho a seguir. mas, não. o tempo não pára. pelo menos, para mim não. quero que os próximos dias passem sem eu notar, sem eu sentir absolutamente nada. não quero ver ninguém, não quero falar com ninguém. apenas quero ouvir o silêncio que a minha alma transporta agora. é como se ela passa-se de grande e exuberante, para um smples nada. "é como se fosse um grande buraco no peito", que não tem dia certo para fechar. quero ver se encontro a cura para esta dor, não sei se ela existe, mas vale a pena tentar.

o pior, é que a cada dia que passa, penso mais nisso. passo o tempo a revirar no assunto, a tentar descobrir de quem é a culpa, mas não há respostas. pelo menos, alguém podia responder-me, responder às minhas perguntas e dizer-me o que devo de fazer a seguir. mas não há, outra vez, não há nada para além da minha alma vazia e ensanguentada, como se estivessemos na guerra. apetece-me chorar, gritar e fugir de tudo isto. mas não posso, porque para além de me sentir assim, tenho coisas a cumprir, às quais não posso fugir.

desculpem, se vos desiludi. se pareço uma fraca, ou até mesmo se não pareço eu! desculpem, do fundo do coração. mas não há nada de especial para pensar agora, e também não há nada a fazer. desculpem, mais uma vez.

 

 

 

"quando a gente acha que não, dá sempre para ficar pior."

 


publicado por márciarodrigues às 19:13
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De telmo a 5 de Outubro de 2010 às 19:24
 so te digo uma coisa feia: AMO-TE SEMPRE (L)
De »Andry Agrelα.* a 6 de Outubro de 2010 às 20:02

- e oque sinto agora, correr para bem longe de todo mundo :'c
beijinho.
p.s : mesmo assim , o texto esta lindo +.+
beijinho.
De márciarodrigues a 6 de Outubro de 2010 às 20:04
tu nem imaginas o quanto! sinto-me mesmo mal, mas o pior é que não deixo isso transparecer. e ninguém pergunta, pois estou sempre a sorrir. mas sinto-me mesmo mal, nunca quis tanto fugir daqui, como agora.
obrigada, beijinho.

Comentar post

busy city <body>

you know my name, but you don't know my story.

márcia rodrigues. 20 de novembro de 1996. porto. grégory lemarchal. música. amigos. guitarra. piano. sorrisos. abraços. ♥


follow your heart and your dreams will come true.

ver perfil seguir.
facebook. twitter. tumblr. youtube. formspring.

Créditos:
[Layout][Adaptação (css)]

arquivos